domingo, 14 de abril de 2013

Ó AVÔ MANEL

Ó Avô Manel...
O que estás a fazer;
Dá-me a tua mão:
E vamos para a janela ver.

Vamos para a janela ver...
Os carros a passar;
Ó avô Manel a marca deles:
O menino te vai falar.

Ó avô Manel...
Vamos brincar com os carros;
O avô brinca com o faísca maquine: 
E com o carro de corrida brinca o menino.

Ó avô Manel...
Ó meu avozinho:
Vem brincar com o menino;
porque não quero estar sozinho.

Ó meu lindo neto...
Ó meu príncipe encantado:
O avô vai brincar com o menino;
Porque quero estar a teu lado.

Ó avô Manel...
Ó meu avozinho;
O menino gosta muito de ti:
Dá-me cá um beijinho.

Ó meu lindo neto...
Ó meu príncipe encantado;
Toma lá um Beijinho:
Por ti muito desejado.

Autor: Santa Cruz (Diácono Gomes)

Nota: Diálogo entre mim e o meu lindo neto a mais bela flor do meu eterno Jardim.

4 comentários:

✿ chica disse...

Que coisa mais linda e esse amor entre avô e neto, um encanto, mágico ,não? Adorei! abração tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

Que graça esse diálogo carinhoso entre avô e netinho!Bjs e boa semana!

Suzane Weck disse...

Meus cumprimentos por tão lindo e encantador poema.Tocou fundo lá no coração.Fico muito feliz quando recebo de vez em quando sua visitinha.Meu grande abraço.SU

Cristal de uma mulher disse...

Meu querido amigo vim te agradecer por seu comentário e te desejar muito amor e paz sempre no coração..Porque é dando que se recebe..

Um grande abraço amigo