quinta-feira, 21 de junho de 2012

HOJE Á NOITE

Hoje à noite...
temos que dizer adeus;
para sempre como amigos.
Novamente e novamente...
analizo a tua escrita;
tuas palavras de amor:
tenho dedicado tanta paixão,
e não mais uma saudação;
ou uma reunião entre nós.
Sinto uma imensa dor...
que quebra a minha alma;
e já não sei o que dizer:
tu já devias ter outro amor.
Vamos continuar as nossas vidas...
cada um pelo seu caminho;
destino ja decidido da forma que deve ser:
cada um segue o seu rumo, e o seu destino.

Autor: Santa Cruz

17 comentários:

Zilani Célia disse...

OI SANTA CRUZ!
VERSOS LINDOS.
TRISTES TAMBÉM POR CONFIGURAREM O FIM DE UM AMOR...
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

LUZ disse...

Olá Santa Cruz,

Pôr fim a um amor, e marcando a hora/ tempo( hoje à noite) não é fácil nem agradável, mas se já não dá, não dá.

Obrigada pelo seu comentário e visita.
Abraço de estima.

Lu Nogfer disse...

Por vezes o destino é uma via que tem mão unica!

Lindo poema!
Parabéns poeta!

Beijos!

Patricia Galis disse...

Adorei o poema, nem sempre dizer adeus é agradável mas as vezes liberta.

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Oi, amigo!
Já tive essa sensação: "Sinto uma imensa dor...
que quebra a minha alma".
Beijooooo!

Magia da Inês disse...

Lindo e triste poema.
Boa semana!
Beijinhos.
Brasil.
¸¸.º°❤♫♫♪¸¸.°
°º✿⊱╮

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo um poema lindo e triste como todas as despedidas.
Um domingo maravilhoso e uma boa semana.
Beijinhos
Maria

Marilu disse...

Querido amigo, que poema maravilhoso. Tenha uma linda e abençoada semana. Beijocas

Marilu disse...

Querido amigo, que poema maravilhoso. Tenha uma linda e abençoada semana. Beijocas

Malu disse...

As despedidas são sempre cheias de emoções tristes, mas também elas compõem a nossa vida e devem ser encaradas como crescimento...
Um grande abraço e grata pela sua visita, amigo!

Tais Luso disse...

Muito triste.
Abraços, amigo, obrigada.
Tais

Maria José Rezende disse...

Olá amigo. Às vezes é preciso que cada um siga seu próprio caminho. Grande abraço.

Anne Lieri disse...

Triste,mas muito linda sua poesia de amor!bjs e boa semana!

manuela barroso disse...

Dizer adeus, leva saudades traz recordações.
Mas fica sempre o amargo da despedida.

Abraço, Santa Cruz

Patricia Galis disse...

Passando para desejar uma semana de paz.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Todos os dias temos uma despedida a fazer...um até logo...um até amanhã , mas o mais doído é quando dizemos Adeus. E hoje`à noite, assim como ontem à noite e talvês amanhã à noite teremos que fazer uma outra despedida; despedirmo-nos deste dia que termina, esperando que a vida nos dê a oportunidade de amanhã precisarmos de fazer uma outra despedida. É `assim a vida...um constante começar de novo e para que haja um novo começo há forçosamente uma nova despedida despedida. Muito bonito, amiga! Obrigada pela partilha. Fica bem! Um beijinho
Emília

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

É sempre triste a despedida...as mãos ficam vazias.
Lindo como sempre ler-te

Um beijinho com carinho
Sonhadora