domingo, 1 de abril de 2012

MONOLOGO

A morte estará sempre presente...
      Vai ser algo inconsiente;
          Bem como o amor:
Que faz parte da vida bela e trágica.

Entre o claro e escuro ou invisivel...
      Quando a morte me levar;
         A vida ha-de voltar:
  Ambas são a mesma coisa.

A finalidade começa e o outro acaba...
    Os meus poemas são contos;
        E não têm conotações:
Nem subtileza, ambiguidade ou drama.

        Mas sim apenas doçura...
De uma descrição exata de paixão;
  De um homem por uma mulher:
Com um cheirinho de expressão sombria.

Autor: Santa Cruz

16 comentários:

LUZ disse...

Boa noite Santa Cruz,

Que poema, em forma de monólogo tão dócil!
Parece um Bolero de Ravel.
Misto de partida, um dia, e de amor, com aquelas nuances menos boas.

Boa semana.
Abraços de luz.

Antônio Lídio Gomes disse...

Meu amigo Santa Cruz, é bom retornar ao teu blog, onde podemos partilhar nossos sentimentos, de uma maneira bem mais direta.
Ainda mais lendo e saboreando cada letra de um divino poema como este que termino de ler.
Um fraterno abraço.

Antônio Lídio Gomes disse...

Meu amigo Santa Cruz, é bom retornar ao teu blog, onde podemos partilhar nossos sentimentos, de uma maneira bem mais direta.
Ainda mais lendo e saboreando cada letra de um divino poema como este que termino de ler.
Um fraterno abraço.

Maria José Rezende disse...

Lindo poema, Santa Cruz. Me emocionou. Grande abraço.

manuela barroso disse...

E poema é o que nasce assim da alma, Santa cruz. Suave, doce, sem artifícios nem coloridos.
Estes, guardamo-los para a pessoa amada! Linda poesia.
Boa Páscoa e Paz
Abraço


Aqui...já e mais fácil encontrá-lo!

Vivian disse...

Olá,Santa Cruz!

Que bela inspiração!!!
A morte tamném faz parte da vida...como o amor, a fé e a paixão.
Beijos!!

Marcia disse...

Obrigada pela visita querido,quão belo estes versos,queria seguir te mas não encontrei o gadget,levo o teu link,boa semana!

irene alves disse...

A sua poesia sempre muito boa e sempre um grande amor e respeito
pela mulher.
Tenha o amigo e sua Família uma
Feliz e Santa Páscoa.
Beijinho
Irene Alves

Pedrasnuas disse...

Santa Cruz...um poema sentido e profundo...!!!

Abraço fraterno.

rosa-branca disse...

Olá meu amigo, um poema à medida do meu sentir, com a doçura do olhar e a grandeza da sua alma poeta. Amei demais. Beijos com carinho

✿ chica disse...

Sempre lindo aqui! Vim desejar uma abençoada e muito feliz Páscoa! abração,chica

Evanir disse...

Se não pudermos ser um sol esplenderoso,
contentamo-nos em ser um simples vagalume.
**O importante é iluminar alguma coisa***
Enquanto não posso escrever lindas palavras nas minha visitas.
Quero ser pelo menos o vento com sua brisa suave soprar no seu rosto.
Quero de alguma forma dizer o quanto você é impotante para mim.
Quero dizer que minha ausência não é esquecimento
E sim a fatalidade de estar sempre em tratamento
Um tratamento que teve começo mais um dia chegara ao Fim.
Se eu não puder ser benção na sua vida
Que eu seja alguém que possa transmitir somente o amor que tenho no meu coração.
Quero ser um bem imutavel na vida de todos que
sempre se lembra de mim com carinho.
Quero ser a paz e fazer minha Viagem ficar mais suave
para meu coração.
Quero com tudo isso dizer..
Eu não esqueço jamais de você.
Beijos na alma.
Evanir.

regina ragazzi disse...

Ola anigo!! Finalmente consigo te comentar. Que lindo poema!Sublime.
Linda sua página. Grande abraço. Grata sempre por suas visitas ecomentários.

Desnuda disse...

Querido Poeta,


Um belo poema!


Amigo Santa Cruz uma Santa Páscoa a você e toda família.

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Em minha cesta de Páscoa, você encontrará muitos desejos para o amor e a felicidade, para a saúde e a prosperidade, para a sabedoria e o conhecimento, e para o prazer e o relax. Desejo a você saúde, felicidades, alegria, equilíbrio, harmonia e que consiga ir além das etapas ordinárias e descubra resultados extraordinários. Que continue tentando alcançar suas estrelas. Que realize seus sonhos. Que reconheça em cada desafio a oportunidade, e seja abençoado com o conhecimento de que tem a habilidade para fazer cada dia especial. Que tenha bastante riqueza para atender suas necessidades, e sempre lembre que o tesouro real da vida é o amor. Agradeço o seu carinho e agradeço por todas as maneiras que somos semelhantes e todas as maneiras que somos diferentes. Agradeço a Deus, do fundo do coração, com um sorriso interno que eu desejaria que todos pudessem ver... A Ressurreição do Mundo. Pois ainda não entendiam a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dentre os mortos... (João 20:9). Pela lei fundamental da natureza, todas as coisas se renovam constantemente, cumprem um ciclo e se renovam. Deus deu-nos as estações - cada uma com suas próprias belezas e razão, cada uma significando uma benção, uma alegria, e o sentimento do amor. Deus deu-nos sonhos - cada um com seu próprio segredo, cada um emitido para dar-nos sentimentos de inspiração, esperança, e tranqüilidade. Deus deu-nos a luz do sol, o arco-íris e a chuva, a beleza e a liberdade da natureza para ensinar-nos a sabedoria. Deus deu-nos milagres em nossos corações e vidas, coisas pequenas que acontecem no dia a dia, para nos lembrar que estamos vivos. Deus deu-nos a habilidade de enfrentar cada novo dia com coragem, sabedoria, e um sorriso de saber. Saber que seja o que tivermos que enfrentar é mais fácil com Deus habitando em nossos corações. Sobretudo, Deus deu-nos amigos para ensinar-nos sobre o amor e para guiar-- nos através deste mundo, e Ele está sempre disponível para ajudar-nos para uma compreensão maior e compartilhar e dar mais amor.

Feliz Páscoa Santa Cruz.

beijooo.

Tais Luso disse...

Poema de muita sensibilidade.
Grande abraço, amigo. Obrigada por suas visitas. boa semana.
Tais