segunda-feira, 30 de abril de 2012

AMOR PROÍBIDO






   Elsa- A minha amizade por ti, tornou-se num amor profundo, amo-te no silêncio do meu coração, desde o dia em que o nosso caminho se cruzou, e  que nessa altura eu através da  Net eu me aproximei de ti, e tu me deste força e coragem; a partir dai passei a chamar-te  de meu eterno amor. Nunca pensei poder-me apaixonar por um homem mais velho, mas vida, prega-nos cada partida, a minha paixão é eterna, é mais forte do aquilo que eu imaginava ou desejava. Para mim serás sempre  o meu doce e eterno amor. No dia em que nos encontramos o meu coração chorou baixinho, para tu  não ouvires, nessa altura eu ja te amava, mas não podia declarar este meu amor por ti. Porque sei que és casado e tens outros amores, por isso   guardarei o meu amor por ti  no silêncio do meu coração.
 Sérgio - Podes guardar  esse teu amor por mim, no silêncio do teu coração, mas eu nunca poderei  amar-te, porque sou casado e mais velho que tu, tenho idade para ser teu pai, e tu para mim és apenas uma doce jovem, e o meu coração não te pode amar, podes chamar-me de anjo ou outra coisa qualquer, mas nada mais, porque nada pode haver entre nós. És jovem podes arranjar um jovem da tua idade esse te poderá amar de corpo e alma eu não posso.  

   Elsa - Pode ser coincidência ou não, mas apaixonei-me de mais por ti, sei que nada pode acontecer entre nós os dois, mas mesmo assim não posso, e nem quero deixar de ter amar, eu sei que és casado e mais velho do que eu. Quando nos encontramos novamente, estavas tu com uma amiga no café, não sabes alegria que meu coração sentiu ao ver-te de novo. Sabes tentei esquecer-te, e ate não te falava e tenho falado pouco, mas de nada adianta o meu amor por ti  é eterno e ja mais acabará.
Sérgio - Adoro quando me chamas de meu anjo, porque sei que não podes, e nem deves tratar-me por meu doce amor; sabes minha doce menina, só te queria ver-te feliz, e apenas aceitarei  a tua doce amizade, nada e nada mais, porque és uma jovem de vinte e poucos anos, e eu de sessenta e tal anos, podes e deves te apaixonar por um jovem que seja da tua idade, porque nada podes esperar da minha pessoa, como sabes sou casado e tenho outros amores. 

  Elsa -  Dedico-te este texto em prosa, e o meu poema, porque te amo no silêncio do meu   coração. Serás sempre o anjo da minha alma, estas coisas do amor não é como nós queremos, sabes bem que eu gosto de ti, mas nunca imaginei que meu coração fosse tão longe. Desculpa esta minha franqueza, e peço-te duas coisas do fundo do meu coração, uma que não leves a mal, e que continuemos sempre bons amigos, a outra a que esta minha declaração de amor por ti, fique só entre nos dois.

Amor Proíbido

Amo-te e amarei…

Este amor por ti;

É e será eterno.

Sabes meu amor…

Sou apaixonada por ti:

O meu coração ama-te em silêncio;

Mas tu para mim!

És o meu eterno amor.

Meu coração e minha alma…

Sangram a toda a hora;

Só em pensar que és para mim:

Um amor proibido.

Amo-te e amarei eternamente…

E quando um dia partir:

Levar-te-ei no meu;

Doce coração.


Autor: Santa Cruz

Nota: Por razoes de sigilo das pessoas envolvidas neste amor proíbido não são indicados os nomes reais  dos intervinientes, mas sim nomes ficticios.

14 comentários:

marciagrega disse...

Dizem que tudo o que é proibido é mais gostoso...Um amor proibido, certamente, será cheio de emoções e adrenalina! Só temos que ter cuidado para que esse amor não magoe outras pessoas, pois, um dia responderemos por isso!

Beijão

Maria disse...

Meu amigo poeta um amor imenso, profundo e eterno, só é pena que seja proíbido.
Sempre a encantar-nos com a sua forma sensivel e linda de escrever.
Um Bom dia
Beijinhos
Maria

Vivian disse...

Olá,Santa Cruz!!

Não deve ser fácil quando o amor chega assim...mas mante-lo puro e sublime pode ser o melhor caminho...só não vale ficar casado, carregando amargura e tornando a vida a dois uma tortura.
Eu não gostaria de ficar casada com alguém que ama outra...se amamos verdadeiramente queremos o melhor para o outro.Nem que seja dar a liberdade.
Linda sua maneira de escrever!
Beijos!Boa semana!

Sandra Subtil disse...

O amor nasceu para ser livre, não se pode aprisionar. Sufocará.

Multiolhares disse...

O amor é eterno, ele vive no universo,pode viver sempre nos corações
bjs

Fruto do Espírito disse...

Prezado Poeta.

Há alguém que te fez,
te amou,
por ti deu a vida,
por ti ainda vive,
e tem uma coroa,
para te dar.
JESUS CRISTO
Senhor e Salvador do mundo!

Parabéns pela palavras preciosas, falar de amor contagia e viver o amor faz a diferença!

Em Cristo,

***Lucy***

lis disse...

Declaração assim sempre emociona Santa Cruz.
Ama-se sutilmente sem cobranças e sonhos.
Bonito!
deixo o meu abraço

Lua Negra disse...

Amigo,estou oferecendo um selinho de comemoração no Natureza.
Espero que goste e traga com você.
Beijinhos de estrelas.
Lua.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Sendo proibido, esse amor, nunca
nomear os protagonistas envolvidos.
Assim, deve ser!

Um abraço, Santa Cruz,
da Lúcia

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Sendo proibido, esse amor, nunca
nomear os protagonistas envolvidos.
Assim, deve ser!

Um abraço, Santa Cruz,
da Lúcia

Desnuda disse...

Querido Poeta,


Agora este amor proibido ficou público! Hahhaaha

Falando sério amigo, uma forma muito bonita de se amar e correta desde que faça cada um feliz (e sem deixar ninguém magoado ou ferido). O amor é um sentimento sublime.

Beijos com carinho

isa disse...

Um bom dia,para si,Poeta.
quer dar uma passadinha no meu "Momentos"?
Beijo.
isa.

rosa-branca disse...

Olá amigo, amor proibido o mais desejado. Adorei seu poema. Beijos com carinho

MARILENE disse...

Que profundo amor, generoso e sofrido. Só pode ser fruto de sua grande sensibilidade.

Bjs.